mulher trabalhando em uma indústria em frente a seis telas de computador
Automação Industrial

Exemplos de automação industrial que estão moldando o futuro

A automação industrial é uma tendência que vem revolucionando a forma como indústrias operam e produzem seus produtos. Com o avanço da tecnologia, é possível otimizar processos, reduzir custos e aumentar a eficiência produtiva de maneira significativa. 

Neste artigo, vamos explorar seis exemplos de automação industrial e como ela tem impactado diferentes setores do mercado. Mas antes vamos entender um pouco melhor os conceitos desse universo. Boa leitura!

O que é automação industrial?

A automação industrial consiste na aplicação de tecnologias e sistemas para controlar processos na indústria, substituindo ou aprimorando a intervenção humana. Essas tecnologias podem abranger desde máquinas e equipamentos automatizados até o uso de robôs, sensores, softwares e sistemas de comunicação.

A principal vantagem dos diferentes tipos de automação industrial é a capacidade de aumentar a produtividade, a eficiência e a qualidade dos produtos, além de proporcionar um ambiente de trabalho mais seguro e reduzir investimentos operacionais.

6 exemplos de automação industrial

A seguir, vamos mostrar alguns exemplos de automação industrial na prática, em diferentes áreas. Confira!

1. Automação de processos de fabricação

Os processos de fabricação são uma das áreas que mais se beneficiam da automação industrial. Com o auxílio de softwares de gerenciamento de produção, é possível controlar todo o fluxo produtivo e garantir a padronização das mercadorias.

Além disso, máquinas podem realizar tarefas repetitivas e de alto desempenho com precisão e velocidade, reduzindo o tempo de produção e aumentando a produtividade. Um exemplo prático são as linhas de montagem automatizadas, que podem produzir grande quantidade de itens em um curto período de tempo, sem a necessidade de interferência humana em todas as etapas do processo.

robôs são exemplos de automação industrial na indústria de placas solares
Softwares podem auxiliar no gerenciamento da produção, desde o fluxo até a padronização das mercadorias.

2. Robótica industrial

A robótica é uma das áreas mais avançadas da automação industrial. Os robôs são usados principalmente em atividades que requerem força, precisão e rapidez, assim como em tarefas perigosas para os seres humanos. Eles podem ser encontrados em áreas de soldagem, montagem, pintura, embalagem, entre outras.

A robótica também permite flexibilidade na reconfiguração das linhas de produção, adaptando-se rapidamente a diferentes necessidades de fabricação.

Um exemplo de automação industrial com robótica é o uso de braços mecânicos em linhas de produção. Esses equipamentos podem executar tarefas complexas com alta precisão e velocidade, aumentando a produtividade e eliminando erros humanos.

3. Sistemas de controle e monitoramento

Outro exemplo importante de automação industrial é a utilização de sistemas de controle e monitoramento. Eles permitem o gerenciamento eficiente de máquinas e processos, garantindo o funcionamento adequado e a manutenção preventiva.

Por meio de sensores e atuadores, é possível monitorar constantemente diferentes variáveis, como temperatura, pressão, umidade, nível de estoque, entre outros. Dessa forma, obtém-se maior controle sobre a produção, identificando possíveis falhas e tomando ações corretivas de forma ágil.

4. Internet das Coisas (IoT)

A Internet das Coisas (Internet of Things, ou IoT) é uma tecnologia que tem ganhado espaço na automação industrial. Por meio da conexão de dispositivos e o compartilhamento de informações em tempo real, é possível integrar diferentes processos e otimizar a comunicação em toda a cadeia de produção.

Um exemplo de automação industrial com IoT é a utilização de sensores em máquinas para monitorar o desempenho e enviar dados para um software centralizado. Com base nessas informações, é possível realizar ações de manutenção preventiva, controle de qualidade e até mesmo tomar decisões estratégicas.

mulher caminhando com um tablet em um estoque de uma indústria
A Internet das Coisas (IoT) permite a integração e otimização de processos na indústria.

5. Automação de logística

Esta é outra aplicação importante da automação industrial. Com sistemas de rastreamento e controle de estoque, é possível otimizar a movimentação de materiais e garantir a entrega dos produtos de forma eficiente.

Além disso, ela pode ser aplicada em armazéns, por meio de sistemas de picking e embalagem automatizados. Essas soluções ajudam a reduzir erros, aumentar a velocidade de movimentação e ter gerenciamento mais preciso do inventário.

6. Automação em energia e sustentabilidade

Por fim, não poderíamos deixar de mencionar os avanços da automação industrial no campo da energia e sustentabilidade. Por meio de sistemas de controle e monitoramento, é possível otimizar o consumo energético e reduzir desperdícios, contribuindo para a mitigação dos impactos ambientais.

Um exemplo de automação industrial nesse campo é a utilização de sensores para controlar a iluminação e a temperatura em ambientes fabris, ajustando-os automaticamente de acordo com a demanda. Além disso, sistemas de energia renovável, como painéis fotovoltaicos, podem ser integrados ao processo produtivo para reduzir o consumo de energia proveniente de fontes não renováveis.

Como vimos, os exemplos de automação industrial têm se consolidado como uma solução para melhorar a eficiência, produtividade e qualidade dos processos. Para empresas que atuam em escala industrial, é essencial estar atento às novidades. 

Nós, da Dicomp, estamos sempre de olho no futuro! Nosso portfólio conta com mais de 6 mil produtos para automação industrial, telecomunicações, segurança, tecnologia da informação e sistemas de geração de energia solar fotovoltaica. Tudo isso para que sua empresa tenha acesso ao que há de mais atualizado e eficiente no mercado. Para saber mais, acesse nosso e-commerce, clicando no banner abaixo:

conheça a Dicomp

Deixe uma resposta