principais tipos de ataques cibernéticos
Segurança

Quais são os principais tipos de ataques cibernéticos?

Diante do cenário atual, a segurança na internet é uma preocupação constante, tanto para pessoas quanto para empresas. Ciberataques e invasões podem ser devastadores, causando perda de dados, roubo de informações confidenciais, interrupção de serviços, além de danos à reputação da empresa. Por isso, conhecer os principais tipos de ataques cibernéticos é essencial.

Neste post, vamos elencar quais são eles, além de oferecer dicas para que você ou sua empresa consiga se prevenir. Boa leitura!

Tipos de ataques cibernéticos mais comuns

Não sabe quais são os tipos de ataques cibernéticos que ocorrem com maior frequência? A seguir, vamos elencar e explicar cada um deles.

Phishing

O phishing é uma técnica utilizada por cibercriminosos para obter informações confidenciais, como senhas e números de cartão de crédito, fingindo ser uma entidade confiável. Geralmente, enviam e-mails, mensagens de texto ou fazem ligações e direcionam as vítimas a fornecer suas informações pessoais em sites falsos.

Para se proteger, é importante tomar algumas medidas. Primeiro, desconfie sempre de e-mails ou mensagens solicitando dados pessoais ou financeiros. Certifique-se de que está em um site legítimo digitando o endereço manualmente em vez de clicar em links. Além disso, mantenha seu software antivírus e sistema operacional atualizados.

Malware

O malware refere-se a qualquer software malicioso projetado para danificar ou obter acesso não autorizado a um sistema de computador. Isso inclui vírus e diferentes tipos de ransomware. Os cibercriminosos costumam distribuí-los por meio de downloads de arquivos suspeitos, anexos de e-mail maliciosos ou links infectados. Este é um dos ataques cibernéticos mais comuns no Brasil.

É crucial ter um antivírus confiável instalado e atualizado regularmente como defesa ao malware. Também mantenha-se em dia sobre as últimas ameaças de segurança e evite abrir anexos de e-mail suspeitos ou clicar em links desconhecidos.

o malware é um dos principais tipos de ataques cibernéticos
Dentre os exemplos de ataques cibernéticos, o malware é um dos mais comuns.

Ataques de negação de serviço (DoS)

Os ataques de negação de serviço (Denial of Service, ou DoS) têm como objetivo sobrecarregar um sistema ou uma rede, fazendo com que deixe de funcionar corretamente. Isso é feito enviando um grande volume de tráfego para o sistema-alvo, impedindo que os legítimos usuários acessem os serviços.

Para se preservar, é importante implementar medidas de segurança, como firewalls, sistemas de detecção de intrusões e balanceadores de carga. Além disso, recomenda-se usar serviços de nuvem ou de hospedagem que possuam recursos de mitigação de ataques DoS.

Engenharia social

A engenharia social é uma técnica em que os cibercriminosos manipulam as pessoas para obter acesso não autorizado a informações confidenciais. Eles podem se passar por um funcionário da empresa ou pessoa de confiança, buscando persuadir as vítimas a revelar senhas ou outras informações importantes.

Para evitar cair em golpes de engenharia social, é importante estar sempre vigilante. Verifique a identidade de quem solicita dados pessoais e, se algo parecer suspeito, não hesite em entrar em contato com a empresa para confirmar a demanda.

Ataques de injeção

Os ataques de injeção são comuns em sites ou aplicativos baseados em banco de dados. Nesses casos, os invasores exploram a falta de validação das informações inseridas pelo usuário para injetar um código malicioso no sistema, permitindo que eles obtenham acesso não autorizado.

Adote boas práticas de programação para se proteger dos ataques. Isso inclui validar e filtrar todas as entradas de dados do usuário, usar parâmetros preparados ou consultas parametrizadas ao realizar operações de banco de dados e manter atualizações de segurança do sistema em dia.

Ataques de engenharia reversa

Os ataques de engenharia reversa ocorrem quando os invasores tentam desvendar o código de um software para obter acesso ao seu funcionamento interno e, assim, explorar quaisquer vulnerabilidades existentes.

Medidas de segurança, como criptografia de código e assinaturas digitais, são essenciais para se defender. Além disso, regularmente faça atualizações de segurança e monitore o tráfego do sistema em busca de atividades suspeitas.

a engenharia reversa é utilizada também para ataques cibernéticos
Os ataques de engenharia reversa visam a descoberta do código de um software para explorar as vulnerabilidades dele.

Ataques de interceptação de dados

Esses ataques envolvem a captura e a análise de dados em trânsito, geralmente por meio de redes não seguras ou pontos de acesso Wi-Fi públicos. Os invasores podem acessar informações confidenciais, como senhas e números de cartão de crédito.

Por isso, evite usar redes Wi-Fi públicas não seguras sempre que possível. Caso precise, utilize uma VPN (rede virtual privada) para criptografar o tráfego de dados e garantir a segurança.

Ataques de rede sem fio

Os ataques de rede sem fio exploram as vulnerabilidades nas redes Wi-Fi para obter acesso não autorizado a sistemas ou dados. Isso pode ser feito através de técnicas como o “Man-in-the-middle” em que o invasor monitora e intercepta a comunicação entre dispositivos.

A proteção ocorre com a garantia de que a Wi-Fi esteja segura. Utilize senhas fortes para o seu roteador, ative a criptografia WPA2 e desative a rede sem fio quando não estiver em uso.

Como se proteger de ataques cibernéticos?

A prevenção é essencial quando se trata de ataques cibernéticos. Aqui estão algumas dicas para se proteger:

  • Mantenha seu software antivírus e os sistemas operacionais atualizados.
  • Use senhas fortes e diversificadas para cada conta.
  • Desconfie sempre de e-mails, mensagens ou ligações solicitando informações pessoais ou financeiras.
  • Esteja atento a atualizações de segurança e aplique-as assim que possível.
  • Faça backups regulares de seus arquivos importantes.
  • Utilize uma VPN em redes Wi-Fi públicas.
  • Eduque sua equipe ou os colegas de trabalho sobre as práticas de proteção na internet.

Esta segurança é uma preocupação real para pessoas e empresas. Conhecer os principais tipos de ataques cibernéticos e como se proteger são fundamentais para preservar a integridade dos dados e garantir a proteção contra ameaças. Ao seguir as dicas de prevenção mencionadas neste artigo, você estará no caminho certo para minimizar os riscos de sofrer ciberataques.

Se você gostou deste post e quer receber mais conteúdos da Dicomp em primeira mão, assine a nossa newsletter, preenchendo o formulário abaixo!

Deixe uma resposta