Provedor, Redes

O que levar em consideração na hora de oferecer um roteador wi-fi ao seu cliente

Pode até parecer ser uma tarefa fácil a compra de um produto. E na verdade é, desde que seja entendida a real necessidade e especificações que o comprador deseja.

Hoje há diversas soluções de roteadores no mercado, que levam em consideração diferentes exigências. Pode ser em potência, velocidade do processamento de dados entre envio e recepção de sinal, número de usuários conectados simultaneamente, se é para ambiente residencial ou corporativo.

Os roteadores podem distribuir a rede sem fio, mas dependendo do dispositivo também pode ser via cabo. É possível criar uma rede de distribuição do sinal de internet para residências ou estabelecimentos comerciais. Para que a escolha seja certeira, é imprescindível ter bem claro qual é o objetivo de uso do comprador.

Pois existem diversos modelos no mercado, para atender os distintos perfis de cliente. Antes da venda ou instalação pergunte a quem vai comprar o aparelho, o que ele deseja de fato com essa aquisição, para que possa ajudar da melhor maneira possível. 

Não adianta contratar um bom plano de internet se o roteador que distribui o sinal da rede não apresentar as configurações ideais para o atendimento da demanda de consumo.

Roteadores

Os roteadores são parte muito importante no processo de conexão e experiência de navegação do usuário. Eles são responsáveis por prover acesso aos dispositivos locais que buscam o acesso a rede de internet.

É preciso levar em consideração que roteador na hora da venda ou instalação tenha a entrada para o tipo de internet  que o cliente irá usar. Atualmente, os tipos de conexões utilizadas em roteadores são: Cabo ethernet Rj45 ou por Fibra.”

No mercado existem modelos de roteadores com padrões de velocidade distintos,  como por exemplo, G, N e AC, que operam na frequência de 2.4 e 5 GHz. Essas tecnologias atuam diretamente na capacidade e a alcance do roteador.

Atualmente, os modelos mais comuns em residência são os roteadores G e N, que operam na rede sem fio, em frequência 2.4Ghz, com taxa de velocidade de transferência entre 54Mbps a 300Mbps. 

Existem também roteadores mais avançados que trabalham com a tecnologia AC, que utilizam a frequência 5 Ghz. Com a tecnologia AC é possível alcançar velocidades de até 1.69Gbit/s.

Outro fator importante na hora de oferecer ou instalar um roteador é a respeito do alcance. Em uma residência ou estabelecimento, as paredes são obstáculos que diminuem a propagação do sinal. Cada tipo de material tem o seu percentual de resistência (Vidro – Refletivo ou não, Madeira, Concreto, Drywall etc.)  Os modelos com antena MIMO ou MU-MIMO ajudam na performance de alcance dos roteadores.

A frequência é um aspecto importante para ser levado em conta na hora da decisão de comprar um roteador. Como citado acima, existem dois tipos de frequência, a de 2.4 GHz e 5 GHz.

O que isso significa? A frequência de 2,4 GHz é mais antiga, porém muito utilizada devido a sua maior cobertura e alcance. Além de ser usada no roteador de internet sem fio, também está presente nos smartphones, telefones sem fio e controles remoto em geral.

Por estar a mais tempo disponível no mercado é a mais usada, porém, é preciso avaliar a quantidade de dispositivos ligados ao mesmo tempo que vão operar na frequência 2.4 GHz. é importante ressaltar esse ponto, porque pode acontecer interferências, que comprometem a qualidade do sinal enviado e recebido.

Em condições ideais, o Wi-Fi de 2.4 GHz suporta o throughput (taxas de transferência) entre 450 Mbps ou 600 Mbps, dependendo da classe do roteador (G, N).

Os roteadores que atuam na frequência de 5 GHz suportam downloads de até 1.300 Mbps. Entretanto, por ser mais recente e por nem todos os aparelhos conseguem conectar-se a ela.

Apesar das diferenças, não existe uma frequência que seja melhor do que a outra, porém, uma pode ter configurações mais ideais para determinados ambientes e  a outra para outras situações De todo modo é necessário avaliar a qualidade do sinal, o tamanho do ambiente, numéro de equipamentos operando na mesma banda e a necessidade de alcance da transmissão.

MIMO

Multiple Input Multiple Output (MIMO), é uma tecnologia sem fio, que em português significa “Múltiplas Entradas Múltiplas Saídas” e oferece maiores taxas de transmissões e receptores para transferir mais dados ao mesmo tempo na rede wireless.

A tecnologia MIMO utiliza-se da multipath (ondas de rádio natural), em consequência a informação que é transmitida têm maior alcance mesmo com a interferência no caminho, por exemplo, de objetos, paredes e teto.

A modernidade tecnológica usa uma antena ou mais para fazer a transmissão de dados e sinal da rede. Desse modo, quanto mais quantidade de antenas, mais velocidade terá a transmissão e recepção de dados destinada aos aparelhos conectados, por causa das múltiplas entradas e saídas.

Os benefícios de um roteador com com antenas MIMO, além de performar melhor na taxa de transmissão de dados e sinal da rede, com dimensão espacial adicional, que aumenta a performance e o alcance, também ocorre menos consumo de energia e segurança mais avançada.

Dentro da tecnologia MIMO há duas divisões a SU-MIMO, que atende um usuário por vez (Single User) e a MU-MIMO (Multi-User), que possibilita a conexão de distintos usuários e/ou conexões.

MU-MIMO

Os roteadores munidos de tecnologia MU-MIMO conseguem, permitem que cada antena seja responsável por transmitir um dado diferente para cada dispositivo conectado a rede.

Com o roteador MU-MIMO o usuário não tem “espera” na navegação, pois a performance de velocidade da tecnologia é maior do que o tempo de espera. Evitando assim os lags de conexão durante um jogo online, quando há outros aparelhos concorrendo pela rede wi-fi. É claro que a qualidade do pacote de internet contratado interfere diretamente na experiência de navegação.

A tecnologia MU-MIMO está aplicada aos roteadores, que se integra ao novo protocolo do Instituto de Engenheiros Eletricistas e Eletrônicos (IEEE 802.11ac), que substituiu o padrão anterior 802.11n.

Residência

Um dos pilares primordiais para a rede residencial é a velocidade. Jogos online, streamings, aulas em EAD, videochamadas entre outros usos demandam de  conexão estável e veloz.

Ninguém quer estar no meio de uma partida de jogo online, assistindo um seriado ou filme e ter o episódio travado. Não é mesmo?

Entenda o que o seu cliente precisa, quantos dispositivos estarão conectados ao roteador. O quanto de banda é utilizado durante o uso e ofereça o melhor para ele.

Não há necessidade de vender um roteador com 750 Mbps de velocidade se a internet que utilizada tem menos de 10 Mbps de velocidade. 

Também não há motivos para vender um roteador com quatro antenas  ses dois ou três smartphones vão se conectar à rede corriqueiramente.

Dê preferência a entender as necessidades de seu cliente, faça a venda ou instalação do roteador com a velocidade máxima condizente com a internet contratada por ele. 

Estabelecimentos

Pequenos e médios estabelecimentos, como uma loja de roupas um pequeno restaurante não precisa de uma estrutura extremamente elaborada para ofertar internet de qualidade a seus clientes.

Um roteador high-end que atende de 20 a 40 usuários simultâneos e um bom pacote de internet, pode fazer a diferença na experiência dos clientes no estabelecimento.

Afinal, hoje em dia a demanda por conexão é comum. A maior parte da população quer estar conectada sempre e oferecer uma boa navegação em seu estabelecimento, pode ser um diferencial.

AC8 TENDA

O roteador AC8 da Tenda é hoje um dos produtos que se destaca no mercado. Ele atende com muita satisfação uma residência e também pequenos estabelecimentos, ao suportar até 40 usuários conectados ao mesmo tempo.

O aparelho é munido de fábrica com a tecnologia MU-MIMO e quatro antenas, que promovem um alcance maior mesmo quando há barreiras, paredes por exemplo, entre o sinal enviado pelo roteador e o recebido pelo usuário.

O roteador AC8 da Tenda possui um CPU de 1GHz e oferece suporte de acesso de largura de banda de até 1000 Mbps, além de ser Dual Band e oferecer a frequência de 2,4 e 5 GHz no mesmo sinal de wi-fi. Ainda conta com porta gigabit.

As quatro antenas são de 6dBi, desenvolvidas com  potência  para direcionar o sinal em todos os ambientes.

O AC8 é fabricado com o IPv6. Um protocolo de IP (Internet Protocol), o qual é superior ao protocolo IPV4. Em um futuro próximo todo equipamento de rede precisará dar suporte ao protocolo ipv6, pois a rede Ipv4 será desativada.

Por fim, esse modelo pode ser gerenciável pelo aplicativo próprio da Tenda.


Quer saber mais sobre o Modelo AC8 ou outros produtos da Tenda? Entre em contato conosco, somos um time de especialistas para ajudar você a oferecer a melhor solução para seus clientes. Teremos o maior prazer em atender você. Nos envie um whats, clique aqui. Para ficar por dentro de tudo, nos acompanhe nas redes sociais: FacebookInstagram e Linkedin.

Sobre a Dicomp

A Dicomp atua na comercialização de produtos e equipamentos de telecomunicação, segurança, tecnologia da informação, automação industrial e sistemas de geração de energia solar fotovoltaica. É uma das cinco maiores empresas do segmento do mercado nacional, com atuação em multiprodutos de tecnologia, refletindo em um portfólio de mais de seis mil produtos. Com sede em Maringá (PR) possui um centro de distribuição em Itajaí (SC), uma unidade comercial no Paraguai e na China.

Gostou do conteúdo?

Acompanhe nosso blog e fique por dentro de todas as novidades e curiosidades sobre inúmeras áreas da tecnologia.

Aqui na Dicomp você garante produtos à pronta entrega, com as melhores opções de parcelamento, aprovação de crédito acelerada e orçamento ágil, a fim de promover a melhor experiência de compra para que você, integrador, possa garantir a melhor solução para seus clientes.

Conheça mais sobre a Dicomp, nos acompanhe nas redes sociais no LinkedIn, Facebook e Instagram.

Deixe uma resposta