Provedor, Redes, Sem categoria

O que são racks? 12 características para entender mais e escolher o ideal para seu servidor

Rack é uma estrutura geralmente feita de metal no formato de gabinete ou parede, que permite armazenar e organizar os diferentes componentes de instalações da rede, como servidores, sistemas de armazenamento, switches, cabos, entre outros equipamentos.

Você pode estar se perguntando é só isso? Calma. Não precisa ficar desapontado. Espere um pouco, pois durante essa leitura você ainda vai descobrir muito sobre a estrutura e organização dos racks.

Embora não pareça, o mundo dos racks pode ser bem complicado. São necessários, não apenas, para o armazenamento de servidores, mas também cumprem funções técnicas relevantes quando se trata de auxiliar os componentes a funcionarem corretamente.

A ideia principal é armazenar os equipamentos de maneira que previna o desgaste e aumente a vida útil dos aparelhos. Desse modo, é possível trabalhar com mais flexibilidade e organização na instalação e manutenção dos servidores.

Veja mais no decorrer do nosso blog.

Para que servem os racks?

Um rack de servidor é utilizado para armazenar e organizar os equipamentos de T.I de maneira que otimize a utilização dos dispositivos e ainda economize espaço físico do ambiente.

Muitos profissionais podem ter dúvida de qual é o rack ideal para ser instalado no servidor que vão gerenciar. Porém, antes de escolher o equipamento ideal é necessário levar em consideração algumas características importantes, como o local onde será instalado, quantidade de componentes que o rack abrigará, tipo de rack que se encaixa ao ambiente, o de chão ou de parede e também o tamanho.

Qual a importância de ter racks na empresa?

Servidores e equipamentos de rede são muito importantes para a infraestrutura do negócio. Eles armazenam dados, transportam informações compartilhadas e fornecem acesso aos recursos para todos os usuários em uma organização. Devido à importância desses equipamentos é interessante certificar-se de que estão seguros, protegidos, organizados e em operação de forma adequada.

Uma das melhores maneiras de atender esses requisitos é considerar o uso de um rack de rede para equipamentos.

A montagem dos dispositivos em um rack os mantém de modo uniforme e espaçado, o que não obstrui a ventilação aumentando a vida útil dos aparelhos. Preservando-os ainda sobre possíveis acidentes com fios e botões desprotegidos.

Como escolher o rack correto?

Um rack de servidor bem selecionado pode melhorar muito o layout, a eficiência do trabalho com equipamentos, refrigeração, flexibilidade e organização. Portanto, é crucial tratar a seleção de racks como uma parte importante do planejamento e projeto do data center.

Aqui estão alguns pontos importantes que você deve ter em mente.

Tamanho

É necessário saber o quanto do espaço pode ser ocupado pelo rack. Tirar as medidas necessárias para que caiba todos os equipamentos do servidor. Sendo assim, é preciso lembrar dos acessórios como: dispositivos de monitoramento, nobreak, gravadores, switchs, cabos entre outros.

É importante ressaltar o planejamento futuro, sobre uma possível expansão de servidor, levando em conta não só o espaço interno, mas também o espaço externo onde ficará localizado os racks.

Resfriamento

Os racks podem ajudar a boa refrigeração dos servidores. Racks abertos ou perfurados facilitam a ventilação dos servidores, economizando energia pois não terá superaquecimento do ambiente.

Racks fechados são necessários ventiladores ou sistema de resfriamento interno.

Trilhos

É indispensável analisar a profundidade necessária para acomodar os equipamentos, e a partir disso, adquirir trilhos que atendam a esses requisitos.

Fabricantes geralmente recomendam trilhos com furos quadrados, para porcas tipo gaiola, que facilitam a hora da instalação.

Prateleiras

Como nos trilhos, a escolha deve ser baseada naquilo que o servidor necessita. Pensando na praticidade e em uma futura expansão de servidores, as prateleiras deslizantes e ajustáveis são as mais recomendadas.

Hoje no mercado é possível encontrar vários tipos de prateleiras, entre elas, as fixas, deslizantes e ajustáveis.

Fixa – Fixadas no interior do rack, imóvel após a instalação.

Deslizante – Possuem trilhos fixados nas laterais os quais possibilitam a remoção da mesma, facilitando o manuseio dos equipamentos que ali estão.

Ajustáveis – Muito prática, possibilita adaptações da prateleira de acordo com a necessidade do servidor.

Pés

Pés reguláveis e de material resistente são os mais recomendados, para manter o servidor nivelado e estável diante do peso dos equipamentos. Uma boa escolha facilitará quando necessário a movimentação do rack.

Rack aberta X Rack fechada

Agora você vai entender melhor sobre as diferenças e particularidades dos racks abertos e fechados.

Rack de estrutura aberta – O que é o rack de estrutura aberta?

Rack de estrutura aberta é um equipamento para montar seus servidores e outros equipamentos de rede. Mais acessível, o rack aberto facilita a manutenção e manuseio dos equipamentos guardados nele.

Prós

O rack de estrutura aberta tem seus benefícios, geralmente é no custo. Mais barato, esse tipo de rack chega a custar um terço do valor de racks fechados. Além do mais, graças à armação aberta, não há nada que impeça a circulação de ar pelo rack.

Outro ponto positivo é em relação ao manuseio e acessibilidade interna dos equipamentos.

Contras

Como tudo na vida, o rack aberto tem seus pontos positivos e negativos. A estrutura aberta expõe o equipamento deixando-o suscetível a roubo. Os botões ou fios podem acidentalmente ser puxados ou empurrados caso alguém encoste.

A armação aberta também facilita a entrada de sujeira e poeiras que podem danificar os equipamentos.

A organização também é um ponto negativo, a opção de estrutura aberta tem tudo ao ar livre, incluindo cabos, prateleiras e afins. Se procurar por organização e ordem, outros modelos podem ser a melhor opção.

Rack de estrutura fechada – O que é rack de estrutura fechada?

O rack de estrutura fechada também serve para armazenar e proteger equipamentos de servidores. Mais robusto, oferece segurança ao fechar e trancar equipamentos, restringindo acesso somente aos autorizados.

Prós

Rack de estrutura fechada oferecem mais segurança, permitindo que o equipamento seja trancado e evita danos acidentais ao dispositivo.

Mais organizado, com a armação fechada é possível alojar todos os cabos dentro da estrutura, com a aparência de uma caixa limpa e organizada.

A estrutura fechada isola os equipamentos sensíveis ao calor, proporcionando mais controle sobre onde o ar flui com a adição de ventiladores e acessórios de refrigeração.

Contras

Apesar de benefícios sedutores, os racks fechados também possuem seus problemas, sendo essencial a análise do que é o ideal para estrutura que será montada.

Normalmente os racks fechados possuem investimento financeiro superior ao rack aberto.

Dificuldade de acessibilidade e o processo de instalação ou manutenção são mais complicados devido à natureza obstruída do rack. Trilhos deslizantes e prateleiras divisórias são muito recomendados nesse caso.

Devido a necessidade de adicionar equipamentos, o peso do rack também é maior, o que dificulta um pouco a locomoção quando necessário.

Organização de equipamentos dentro do rack

– Patch panels

Muito utilizado em estruturas de redes de computadores, o patch panel é um painel de tomadas, onde na parte traseira é conectado um cabo de rede.

Para que o cabeamento seja considerado estruturado e siga as normas internacionais de cabeamento, é indispensável o uso do patch panel na rede.

Este equipamento é instalado em um rack, com finalidade de organizar e receber todo o cabeamento proveniente das tomadas que vão ficar espalhadas pelos setores da empresa.

O patch panel oferece organização e qualidade maior na transferência de dados dentro da rede, pois o cabeamento não é danificado, do mesmo modo se estivesse exposto. Com o patch panel os cabos ficam estabilizados junto às tomadas.

E ainda facilita o manuseio da rede possibilitando ações realizadas de forma isolada, sem prejudicar outros pontos da estrutura.

– Guia de cabos horizontais

Acessório utilizado para o gerenciamento e direcionamento de cabos em racks ou gabinetes, mantendo-os de forma organizada e com fácil acesso.

– Guia de cabos verticais

O guia de cabos verticais é um organizador de cabos indicado pra rack. Ideal para organizar e fixar cabos, sua instalação pode ser feita na parte lateral de racks. Junto com os guias horizontais, permite o roteamento dos cabos para os lados direito ou esquerdo do rack tanto no topo, como em sua base.

– Patch cord

O patch cord (por vezes chamado de patch cable) é um cabo com conectores nas extremidades, usado para conectar uma porta de switch ou um servidor ao sistema de cabeamento estruturado.

Também pode ser usado para conectar notebooks, desktop ou outro dispositivo final a uma tomada de parede.

– Etiquetas e organização

Lembre-se de planejar as coisas que podem dar errado em algum momento e o que você precisará consertar. Etiquetar equipamentos, interruptores e cabos de maneira clara e adequada pode economizar tempo se o rack precisar de manutenção. Além disso, lembre-se de que pode não ser você quem vai consertar as coisas, portanto, faça um favor aos seus colegas de trabalho.

Agora que você já entendeu mais sobre os racks e como a organização deles podem otimizar o tempo e trabalho do profissional responsável pela gestão do servidor, fica mais fácil escolher o modelo ideal para você.

Caso ainda tenha alguma dúvida, ou queira conversar com um de nossos consultores, fale com a gente. Nós somos especialistas em soluções de armazenamento e organização de servidores estruturados e revendedores oficiais de Racks, visite nossa loja. Deseja saber mais ou fazer uma cotação? Entre em contato conosco pelo telefone (44) 4009-2826, ou, Whatsapp, clique aqui. Conheça mais sobre a Dicomp, nos acompanhe nas redes sociais no LinkedinFacebook e Instagram.

Sobre a Dicomp

A Dicomp atua na comercialização de produtos e equipamentos de telecomunicação, segurança, tecnologia da informação, automação industrial e sistemas de geração de energia solar fotovoltaica. É uma das cinco maiores empresas do segmento do mercado nacional, com atuação em multiprodutos de tecnologia, refletindo em um portfólio de mais de seis mil produtos. Com sede em Maringá (PR) possui um centro de distribuição em Itajaí (SC), uma unidade comercial no Paraguai e na China.

Gostou do conteúdo?

Acompanhe nosso blog e fique por dentro de todas as novidades e curiosidades sobre inúmeras áreas da tecnologia.

Aqui na Dicomp você garante produtos à pronta entrega, com as melhores opções de parcelamento, aprovação de crédito acelerada e orçamento ágil, a fim de promover a melhor experiência de compra para que você, integrador, possa garantir a melhor solução para seus clientes.

Conheça mais sobre a Dicomp, nos acompanhe nas redes sociais no LinkedIn, Facebook e Instagram.

Deixe uma resposta